Mato Grosso do Sul abrigará uma das maiores fábricas de produção de celulose do mundo

Obra é pioneira com solução na execução da estação de tratamento de efluentes

O Projeto Horizonte 2 vai ampliar a unidade de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, da Fibria, empresa líder na produção de celulose de eucalipto. Com a expansão da linha de produção, a unidade passará a ter uma capacidade de 1,75 milhão de toneladas de celulose no ano, fazendo da Fibria um dos maiores sites de produção de celulose do mundo.

Com a ampliação, a capacidade total de produção da empresa, considerando todas as suas unidades, passará dos atuais 5,3 milhões de toneladas de celulose/ano para mais de 7 milhões de toneladas de celulose/ano. O projeto é uma dos maiores investimentos privados no Brasil com foco em exportação, o valor do Projeto Horizonte 2 soma R$ 8,7 bilhões.

20160406_105715-1920-x-1440

A fim de atender as empresas envolvidas na execução da obra como a Fortes Engenharia Ltda, HTB Engenharia e Construção S.A., Afonso França Engenharia e Comércio Ltda, Cesbe S/A Engenharia e Empreendimentos, A. Yoshii Engenharia e Construções Ltda, Tucumann Engenharia e Empreendimentos Ltda e Lavita Engenharia Civil Ltda , a SH, empresa líder em locação de fôrmas e escoramento, fornece algumas soluções nos diversos trechos. Equipamentos como Concreform SH ®, Tekko, Topec SH ®, LTT, LTT Extra, Andaime Modex, Andaime Fachadeiro, Escada Modular, Lumisystem, e Tubos e Braçadeiras trabalham no aumento da produtividade e qualidade da obra.

Carlos Batalha, Gerente Comercial da SH, conta que a obra é pioneira no Brasil para execução de paredes pré-moldadas da Estação de Tratamento de Efluentes.

“Estudamos a seis mãos com a empresa Fortes Engenharia uma solução de estroncamento de placas de quase 11,00m de altura com pesos que chegam a mais de 27 toneladas. Como solução de escoramento dessa estrutura, utilizamos um dos equipamentos mais sofisticados da SH, o Lumisystem escoras de alumínio com 10 metros de comprimento contraventadas com frames para dar rigidez ao conjunto”, explica.

A previsão é que a nova linha de produção entre em operação no quarto trimestre de 2017.

20160512_154950-1920-x-1440

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *